Meus Amores, Amantes e Amados

O amor é uma 'coisa' sem explicação... e digo COISA sim, porque cada um o vê de uma maneira diferente, e o vê em situações diferentes, portanto cada um pode o chamar do que quiser... desde que sinta um pouquinho desse 'amor'.


Meus amores não são os mais estranhos, e talvez nem os mais normais... ou talvez sejam sim os mais normais do mundo, já que amo as minhas simples coisinhas, amo meus bichinhos de estimação (a Cida e a Catarina), amo meus cadernos, meus livros... meu travesseiro... meu cobertor.


Meus amantes são meus amigos, meus familiares, meus romances... enfim, todos que de alguma forma retribuem o meu carinho, o meu afeto, o meu bem querer.

Já os meus amados não são muitos... são algumas pessoas que amo, mas que nem sabem disso... e quando falo em amar não é amor de casamento, de namoro (tá, um pode ser... mas isso é só detalhe). Por isso são meus amados, porque não me retribuem esse sentimento, ou retribuem de outra forma. 


Enfim. O Amor é complicado, por isso nem sei se amo mesmo... não sei se o que acredito que já senti (algo mais forte dentro do peito) ser amor, realmente o era. Tudo é tão relativo... e tão simples... e tão complexo... e tão louco e perfeito com todos os seus erros. É. Talvez seja realmente toda essa montanha de coisas, sentimentos, medos, ressalvas, rompantes, oscilações, que simbolizam o Amor.


Não sei. Só sei que até aqui tenho em mente os meus Amores, Amantes e Amados !!!

2 comentários:

  1. Mais um de seus texto que leio com prazer. muito bom escrito parabens.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pelas visitas e por acompanhar/participarum pouquinho desse espaço.

    Convidado pra entrar sempre que quiser.

    Abraço.

    ResponderExcluir

Dê a sua opinião...
Apenas tenha bom senso e seja educado(a)

:)