Viagem ao centro dos pensamentos...

Costumamos repetir a frase 'penso, logo existo' (Descartes) mas nem sei se pensamos mesmo no que estamos dizendo. Não que não estejamos, de fato, pensando... mas não estamos refletindo.

Pensar é fácil. Não precisamos fazer nada de mais... só ficar ali, parados, ou andando, ou comendo, ou conversando, ou tomando banho, ou assistindo televisão, ou dormindo... É, quem disse que os sonhos não são pensamentos?

Então, pensar nos faz existir. Ou será que existir nos faz pensar???  o.O

Bom, eu sei que quando começo não paro mais (ou desde que comecei não parei mais). 

E essa semana ouvi algo que achei interessante: pensamentos parasitas ! Nunca havia ouvido essa expressão, ou pelo menos nunca me atentei para ela. Mas ouvi e parei para pensar: o que é o pensamento? como eu consigo pensar em tanta coisa ao mesmo tempo? como eu consigo pensar tanta besteira (bobeira, bobagem, idiotices, e por aí afora)? Bem, e essas besteiras são os pensamentos parasitas. E eles aparecem nas horas mais impróprias, e não querem sair.

Aí a gente viaja para os lugares mais estranhos possíveis... mata algumas pessoas... mete a mão na cara de outras... passa uma rasteira nazinimigas... faz sexo com a Madonna... Enfim, a gente se vai !

E se vai para onde? Não sei... nem nos meus pensamentos eu costumo saber onde estou, imagina saber onde o resto do mundo anda? 

Só sei que criamos janelas e mais janelas e pulamos por entre elas com uma facilidade que deixaria muitos ginastas com inveja. Então quando eu penso em pensar em viajar entre meus próprios pensamentos já logo desisto e tento pensar em outra coisa. 

Vai que eu me perco por lá???

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê a sua opinião...
Apenas tenha bom senso e seja educado(a)

:)